***

Teste Teste Teste

PARCEIRO

Leia BUSK BÍBLIA

ARQUEOLOGIA BUSK BÍBLIA




A Tumba do Jardim está situada ao norte da antiga cidade de Jerusalém. O sacrifício deveria ser feito ao norte do tabernáculo, conforme determina a lei no Levítico. Também o Novo Testamento afirma, em João 19:20, que “o lugar em que Jesus fora crucificado era perto da cidade”. O “Gólgota” ou “Calvário” fica bem próximo do portão de Damasco no lado norte de Jerusalém, perto da Tumba do Jardim.




João 19:41-42 diz: “No lugar onde Jesus fora crucificado, havia um jardim, e neste, um sepulcro novo, no qual ninguém tinha sido ainda posto. Ali, pois, por causa da preparação dos judeus e por estar perto o túmulo, depositaram o corpo de Jesus”.




Nesse local existem vários elementos que dão credibilidade a essa tumba como genuína e indicam que ela ficava numa área ajardinada. Primeiro há a própria tumba; segundo, uma antiga cisterna subterrânea; terceiro, um grande lagar; e quarto, o “Lugar da Caveira”.




 

A piscina de Siloé


Onde Jesus curou o homem cego . O Apóstolo João (10 d.C. – 103 d.C) relata que Jesus curou um cego, ordenando que este fosse ao Tanque de Siloé tirar o lodo que lhe tinha colocado nos olhos (João 9:7).

Enquanto assistia trabalhadores municipais substituir um cano de esgoto na cidade de David, ao sul do Monte do Templo de Jerusalém, o arqueólogo Eli Shukron percebeu que a o equipamento de construção tinha revelado dois passos antigos. Shukron rapidamente notificou seu colega Ronny Reich, que identificou os passos, como parte da piscina de Siloé do Templo, do Segundo Período (século I aC - século I dC), como novas escavações logo  confirmaram. 



5 Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo".

6 Tendo dito isso, cuspiu no chão, misturou terra com saliva e aplicou-a aos olhos do homem.

7 Então disse-lhe: "Vá lavar-se no tanque de Siloé" (que significa "enviado"). O homem foi, lavou-se e voltou vendo.
(João 9: 5, 6, 7).

                                                        
                                                 




Este vídeo abaixo é a verdadeira história de Jesus Cristo há mais de dois mil anos nas cidades de Cafarnaum na Galileia, Nazaré e seus últimos anos em Jerusalém.

Somente os salvos irão entender o que foi Sua vida, morte e ressurreição em Jerusalém:





Torre Babilônica do Cerco de Jerusalém
 

Encontrados em Jerusalém: Restos do Cerco Babilônio.

Descobertos durante escavações por Nahman Avigad no trimestre da Jerusalém Judaica, na década de 1970, essa torre de 22 pés ajudou a defender a cidade contra a invasão da Babilônia em 586 B.C.E.

1 Então, no nono ano do reinado de Zedequias, no décimo dia do décimo mês, Nabucodonosor, rei da Babilônia, marchou contra Jerusalém com todo o seu exército. Ele acampou em frente da cidade e construiu rampas de ataque ao redor dela.
2 A cidade foi mantida sob cerco até o décimo primeiro ano do reinado de Zedequias. (2 REIS 25: 1,2).







A Biblioteca de Nag Hammadi

Para nós evangélicos estes códices são apócrifos, "sem autoridade bíblica", mas sem dúvidas eles carregam um imenso  valor histórico e confirmam muitos eventos das passagens bíblicas. 
 Assembleia Teológica Busk Bíblia.



Códices Nag Hammadi lançam uma nova luz sobre a história cristã primitiva

Os textos de Nag Hammadi são 13 volumes encadernados em couro, ou códices, descobertos por agricultores egípcios em 1945. A datação constante nas sucatas de papiro reforçam que são datados do século IV depois de Cristo. A biblioteca contém mais de 50 textos, ou tratados, que exploram os pontos de vista de um cristão herético de uma seita conhecida como os Gnósticos, que estavam em conflito com as autoridades de cristãos ortodoxas.

“E estão cantando como que um novo cântico diante do trono e diante das quatro criaturas viventes e dos anciãos; e ninguém podia aprender esse cântico, exceto os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra.”

O número 144000 tem um significado muito importante dentro do cristianismo, todavia, nos remete a outros registros, inclusive mais antigos do que a própria Bíblia.
Encontramos uma descrição comparativa no Livro de Malquisedeque (dado arqueológico presente na Biblioteca de Nag Hammadi).

O texto faz parte de uma coleção encontrada na cidade de Nag Hammadi, Egito, trazendo conteúdo do cristianismo primitivo atribuído aos gnósticos, num período que vai desde a fundação até o Primeiro Concílio de Nicéia em 325 EC (Era Comum), isto é, ano em que fora confeccionada a Bíblia no período do imperador romano Constantino.
                                                                                         





Muro das lamentações.

De todos os diversos lugares sagrados da capital de Israel, o Muro das Lamentações é um dos mais significativos. Sua história começa em 957 a.C., com o Templo de Jerusalém. Erguido pelo rei Salomão, teria abrigado a Arca da Aliança e as tábuas com os Dez Mandamentos. "O templo simbolizava o elo com Deus".



Em 586 a.C., o prédio foi derrubado pelos babilônios. Após cinco décadas, os judeus o reergueram. A obra ficou intacta até Roma dominar a cidade e, em 40 a.C., Herodes assumir o controle sobre a região. A mando do rei da Judéia, começou então uma grande ampliação, que demorou 46 anos.
 

Mas o esplendor durou pouco. No ano 70, uma revolta contra os romanos levou a nova destruição do templo. Os judeus iniciaram uma grande diáspora e, no século 7, construções islâmicas surgiram no local, como o Domo da Rocha. Da grandiosa obra de Herodes só restou uma pequena parte da parede que a rodeava: o atual Muro das Lamentações.




Biblioteca de Éfeso. República da Turquia.
As escavações em Éfeso começaram em 2 de maio de 1863, por encargo do Museu Britânico e sob a direção do arquiteto J. T. Woody, e se estenderam até 1874.

Éfeso é uma das sete Igrejas da Ásia a que se refere o Apocalipse de João:

Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia.
Apocalipse 1:11


Escreve ao anjo da igreja de Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro:
Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos.
Apocalipse 2:1-2

Veja na foto ao lado. Por estas ruas o Apóstolo Paulo andou pregando.

                                  
               

 FALE CONOSCO

Por: João Augustos Ribeiro.
Fontes: Bíblia João Ferreira de Almeida; Blog do Ciro.





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

***

*******

 Ultimato Estudos Bíblicos Aprofundados.

CURTIR

Total de visualizações

FILME: O FILHO DE DEUS. COMPLETO E EM BR

  Filme "O Filho de Deus". Completo e dublado.

GRAÇA OU CARIDADE: QUAL A SUA ESCOLHA?

 O AMOR DO APÓSTOLO JOÃO NA ILHA DE PATMOS.

COMO SERÁ A NOVA TERRA NA ETERNIDADE?

 A BÍBLIA DIZ COMO SERÁ A NOVA TERRA NA ETERNIDADE?

PASSEIO VIRTUAL POR JERUSALÉM.

 PASSEIO VIRTUAL POR JERUSALÉM.

AS 2 FORMAS DE MILÊNIO: VC CRÊ EM QUAL?

 AS DUAS FORMAS DE MILÊNIO: EM QUAL VOCÊ ACREDITA?

ASSEMBLEIA DE DEUS ENSINA SOBRE O CÉU

 O QUE AS ASSEMBLEIA DE DEUS ENSINAM SOBRE OS CÉUS R O PARAÍSO?

DENÚNCIAS CONTRA IGREJAS? POR QUÊ?

 POE QUE PASTORES DE RENOME ESTÃO DENUNCIANDO OUTRA IGREJAS?

REAL: A MENINA QUE VISITOU O PARAÍSO

 A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ANNABEL, A MENINA QUE VISITOU O PARAÍSO DE DEUS.

A HISTÓRIA DE SATANÁS E OS ANJOS CAÍDOS

 SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS AINDA TÊM ACESSO AOS CÉUS DE DEUS?

A TUMBA DO JARDIM EM JERUSALÉM..

 O IMPRESSIONANTE JARDIM DA TUMBA EM JERUSALÉM.

FILME: O APOCALIPSE DE JOÃO.

 FILME: O APOCALIPSE DE JOÃO.

O RIO DA VIDA EXISTIRÁ NA NOVA TERRA?

 O RIO DA VIDA EXISTIRÁ MESMO NA NOVA TERRA? O QUE DIZ A BÍBLIA: SÍMBOLO OU FATO?

Popular Posts

*******




*