***

Teste Teste Teste

PARCEIRO

Leia BUSK BÍBLIA

O APÓCRIFO DE ENOQUE E A BÍBLIA SAGRADA - POR QUE JUDAS CITA ESTE LIVRO?


 O APÓCRIFO DE ENOQUE E A BÍBLIA SAGRADA.

No Final desta matéria você poderá baixar em PDF o apócrifo: o Primeiro Livro de Enoque. É só clicar na imagem do livro no final desta matéria.

Qual a minha posição e a opinião dos administradores do BUSK BÍBLIA sobre o apócrifo Primeiro Livro de Enoque?

É de consenso geral entre os integrantes do BUSK BÍBLIA que somente a Bíblia evangélica e protestante é a inerrante e infalível Palavra de Deus e que todos os livros fechados neste cânon evangélico foram escritos por homens movidos e inspirados por Deus: 2 Timóteo 3: 16, e que ela tem absoluta primazia, sendo a única regra de fé e prática que todo ser humano deve seguir (Sola Scriptura), portanto, concluímos que foi a mão de Deus que decidiu, incluiu e excluiu qualquer livro neste cânon da Bíblia evangélica protestante, e que o apócrifo de Enoque não pode ser colocado em pé de igualdade com nenhum livro deste cânon, não pode ser considerado como divinamente inspirado em sua totalidade, porém também não pode ser desprezado, por ser um importante registro histórico bíblico que lança luz a muitas passagens bíblicas, principalmente do livro de Gênesis e de alguns pontos obscuros teológicos da Angeologia e Demonologia.

Também concluímos ao comparar com algumas passagens bíblicas que algumas passagens deste apócrifo de Enoque são fatos e divinamente inspirados e que estes fatos foram realmente escritos pelo próprio profeta Enoque, isto é, não se trata de um pseudo-epígrafo (de falsa autoria), mas como há evidências de muitas interpolações que se opõe às verdades declaradamente bíblicas, ficou-nos evidente que este apócrifo de Enoque foi deturpado em muitas partes para dar crédito a alguma seita judaica de fábulas e tradições humanas.

Recomendamos, portanto, que seja lido, mas não como doutrina, com cuidado, apenas para lançar luz sobre alguns textos bíblicos.

Quando e onde foi encontrado o apócrifo de Enoque e por que ele é tão singular entre tantos outros apócrifos?

Em 1948 os manuscritos de Enoque foram encontrados em Qumram, na Gruta 4, dentro de um grande vaso repleto de manuscritos, junto a outros vasos contendo rolos de manuscritos de profetas bíblicos como, por exemplo, o rolo de Isaías que se revelou um manuscrito fidedigno do nosso Livro de Isaías na Bíblia Sagrada; acredita-se que foram deixados pela comunidade Nazarita (Essênios), do Mar Morto, em Engedi.

O livro de Enoque não foi incluído no cânon da Bíblia judaica, e também na Septuaginta, nem nos livros deuterocanônicos, apesar de que uma das mais antigas Bíblias, a Bíblia Etíope, admitir o Primeiro livro de Enoque como canônico. 

A escritora Elizabeth Clare Prophet em seu famoso livro “Anjos Caídos e as Origens do Mal”, revela que o rabino Simeon ben Yohai em 120 ou 170 d.C, foi quem colocou os judeus contra o Primeiro livro de Enoque e que isso permitiu à Agostinho de Hipona observar que o manuscrito de Enoque deixou de fazer parte das Escrituras aprovadas pelos judeu.

O sacerdote católico, teólogo e historiador Jerônimo de Estridão, ao criar a primeira Bíblia cristã, a Vulgata escrita entre fins do século IV início do século V, decidiu copiar o Velho Testamento dos judeus considerando que eram autênticos o que os judeus consideravam autêntico.  Por essa razão, e pelo fato de o livro de Enoque trazer outros nomes de anjos além dos aceitos pela Igreja Católica Apostólica e Romana que são: Rafael, Miguel e Gabriel, o livro de Enoque acabou sendo rejeitado como canônico no Concílio de Niceia e não faz mais parte da Bíblia cristã.

O que faz do livro de Primeiro Enoque um apócrifo tão singular entre tantos e muito discutido entre teólogos e estudantes da Bíblia Sagrada, é o fato de que o Primeiro Livro de Enoque contém inúmeras ligações com a Tanakh judaico (Velho Testamento) e é citado por algumas cartas da Brit-Chadashá (Novo Testamento Judaico) como, por exemplo, em Judas 14,15 onde Enoque é citado como profeta pré-diluviano fazendo menção da vinda gloriosa de Jesus Cristo com todos os santos, nos fins dos tempos para fazer juízo aos ímpios (um trecho exato do que é dito no apócrifo de Primeiro Enoque) e Hebreus 11: 5 onde Enoque é mencionado como tendo recebido testemunho de ter agradado a Deus, entretanto, não encontramos em Gênesis, na Bíblia Sagrada, estas afirmações e passagens.



Curiosidades sobre os anjos citados no livro de Primeiro Enoque e a relação com Gênesis 6: 1:12 da Bíblia Sagrada


No livro de Primeiro Enoque o texto em aramaico, os filhos dos céus, os anjos, lê-se “Sentinelas”. No Capítulo 10 de Primeiro Enoque, no aramaico o primeiro anjo mandado por Deus chama-se “Arsayalalyur” que em grego lê-se “Uriel”.

No capítulo 10 o anjo Uriel é mandado para revelar a Noé que a terra seria destruída pelas águas do dilúvio e como Noé deveria fazer para salvar a si e a sua família dessa destruição do mundo.

O anjo Rafael é enviado para aprisionar um anjo chamado Azazyel que no capítulo 7 é descrito como um dos príncipes dos duzentos anjos caídos que aceitaram o convite dos príncipes dos anjos caídos para tomar para si mulheres entre as filhas dos homens, se amarrando em mútuo juramento e gerando filhos gigantes e poderosos que devoravam muitos animais e até homens como muita violência. O anjo Rafael deveria amarrá-lo pés e mãos, criar um abismo no deserto, lançá-lo na escuridão e fechar como pedras a esse abismo até o fim dos tempos, quando, então, o próprio Rafael deveria lançá-lo no fogo.

O anjo Miguel é enviado para anunciar a outro príncipe dos duzentos anjos caídos, chamado de Samyaza todos os crimes que este havia cometido desde quando deixou os céus.

O anjo Gabriel deveria incitar os filhos dos anjos, os gigantes a se matarem uns aos outros numa guerra de poder coletiva e depois individual até que não sobrasse nenhum. Samyaza assim como todos os anjos caídos deveriam ver a morte de seus filhos e mesmo pedindo misericórdia a Gabriel, já que não podiam mais se comunicar com Deus, Gabriel não atenderia. Depois de verem seus filhos serem exterminados de foma bárbara uns aos outros, Gabriel deveria amarrar Azazyel junto com mais alguns perto dele e lançá-los num abismo até o final dos tempos, quando o próprio Gabriel, no final dos tempos, lançaria Azaziel e estes que estavam perto dele nas mais baixas profundezas para que fossem atormentados com fogo para sempre.

Essas passagens no Livro de Enoque fazem uma clara ligação entre os livros da Bíblia Sagrada: Judas 6 com Gên: 6:1-12 e Gên: 7: 1-16; Judas 6 com Apoc: 9:13,15 e Apoc: 20:14,15.

No Capítulo 12, Enoque é mencionado pelos anjos como Enoque, o escriba, e esta afirmação confirma o que foi dito de Enoque em Judas: 14,15 na Bíblia Sagrada, e não só isso, também deixa explícito que o texto mencionado em Judas; 14,15 foi escrito pelo próprio Enoque e que o apóstolo Judas e outros apóstolos como Pedro e Paulo tinha este manuscrito.

Para  download grátis do apócrifo de Enoque, click na imagem abaixo:



Autor: James Alex G. Pires.

Fontes: livro “Anjos Caídos e as Origens do Mal” de Elizabeth Clare Prophet; Biblioteca Brasileira de Teses e Dissertações; Bíblia Sagrada - João Ferreira de Almeida – EDIÇÃO REVISTA E CORRIGIDA NA GRAFIA SIMPLIFICADA 3ª edição; Livro: HANOKH O Misterioso Livro de Enoque – Ciro Campos.




1ª PARTE: A HISTÓRIA DE ANNE FRANK E SEU DIÁRIO...



No fim desta matéria você poderá baixar o livro “O Diário de Anne Frank” em PDF. É só clicar na imagem do livro.

Ainda acredito, apesar de tudo, que as pessoas no fundo são boas.”

Estas palavras foram escritas por quem talvez tenha sido a adolescente mais famosa da história: Anne Frank a jovem judia que registrou estas linhas em seu diário teria feito 91 anos em 12/06/2020.





Anne foi uma menina muito especial. Acho que vocês no Brasil diriam “atrevida”.

Ela teria se tornado uma escritora famosa como sonhava? Uma ativista politica ou uma cidadã anônima, traumatizada pelos horrores que presenciara? Nunca saberemos, pois sua vida foi ceifada num campo de concentração nazista quando ela tinha 15 anos.

No entanto ela viveu, e segundo os relatos dos que a conheceram durante a sua breve vida, ela não era um símbolo de um povo como depois se tornou, mas uma menina de carne e osso.

“Quero continuar vivendo mesmo depois de morta. Por isso agradeço a Deus por este dom... que posso usar para crescer e expressar tudo que tenho em mim.” Anne Frank.

As palavras de Anne Frank alcançaram os quatro cantos do mundo.



No domingo em 5/07/1942, semanas atrás de completar 13 anos Anne Frank tomava sol no telhado quando ouviu a campainha tocar. Esperava que fosse seu namorado, mas não era ele, e sim um nazista com uma ordem para que sua irmã Margot fosse levada no dia seguinte para um campo de trabalho no leste. Era o momento que sua família temia.


Os Franks fugiram para um esconderijo que o pai de Anne Frank, Otto Frank escolhera cuidadosamente no seu escritório no nº 263 de Prinsengracht. Ele é ajudado pelos seus antigos colegas. Do lado de fora ninguém perceberia que estavam lá. Embora Anne tenha deixado os seus sapatos para trás, ela levou seu presente mais importante: o diário.



No esconderijo, passando pela porta secreta, entraram numa construção nos fundos com dois andares e um sótão. Estes poucos cômodos seria o lar deles até que a guerra terminasse ou fossem descobertos.


A família logo os acolheu no Anexo, o sócio de Otto, Hermann van Pels sua mulher Auguste e seu filho de 16 anos Peter van Pels e mais tarde um dentista: Fritz Pfeffer.

Todos seguiam normas rígidas para se proteger. Não podiam usar as torneiras ou dar descarga durante o dia. Precisavam sussurrar e andar de meias. Só à noite podiam ir ao escritório e ouvir o rádio. Uma estante escondia a porta que levava ao esconderijo.

 Parte 2: A HISTÓRIA DE ANNE FRANK E SEU DIÁRIO.


Para baixar o livro em PDF “O Diário de Anne Frank” , click na imagem abaixo:

 PDF Livro: "O Diário de Anne Frank."

Por: Alex Gomes.









Assembleianos e Presbiterianos: Quem Está Com a Razão?.




A igreja Assembleia de Deus e a Igreja Presbiteriana do Brasil.

A diferença de alguns pontos na doutrina bíblica e a posição teológica de ambas as igrejas não são motivos de discórdia a ponto de que uma diga que a outra não seja também a igreja de Cristo Jesus.

Eu presenciei na minha cidade uma pregação de um pastor presbiteriano na Assembleia de Deus.

No YouTube, neste vídeo abaixo o Rv. Hernandes Dias Lopes que é líder da Igreja Presbiteriana de Pinheiros está pregando em uma igreja Assembleia de Deus.

 Rv. Hernandes Dias Lopes pregando na Assembleia de Deus

Porém, temos que ser honestos e aceitar o fato de que uma das duas igrejas está enganada com relação à (Soteriologia): estudo da salvação humana e à cessação ou continuidade dos dons espirituais.


O que vou fazer aqui é provar com base bíblica que a Assembleia de Deus está correta tanto em doutrina quanto em posição teológica em relação à Igreja Presbiteriana do Brasil.

Se algum irmão presbiteriano quiser refutar o que vou dizer aqui, pode se manifestar nos comentários que estarei pronto a responder.



A Assembleia de Deus é arminiana e a Igreja Presbiteriana do Brasil é calvinista.

Não vou aqui expor a história detalhada desses dois teólogos João Calvino e Jacó Armínio que foram os principais expoentes destas duas teologias: Calvinista e Arminiana, pois esse não é o nosso foco e alongaria demais a matéria. Digo principais expoentes porque a crença de ambos já existia séculos antes desses dois teólogos nascerem.

É bom saber que quando Lutero começou a reforma protestante que deu origens às igrejas evangélicas de hoje, João Calvino tinha oito anos de idade.




Também quero deixar claro que os debates entre Arminianismo e Calvinismo não ocorreu somente entre os seguidores de Armínio, conhecidos como remonstrantes. O próprio Jacó Armínio debateu publicamente por várias vezes sua teologia com o teólogo e professor calvinista radical Francisco Gomarus.

Franciscus Gomarus lecionava na mesma faculdade teológica em que Jacó Armínio lecionava: a Universidade de Leiden em Amsterdã.

Franciscus Gomarus foi o principal responsável pelos vários ataques desferidos contra Jacó Armínio a partir de 1603. Ali começaram os históricos embates teológicos da vida de Jacó Armínio.




Os cinco pontos do Arminianismo:

O arminianismo pode ser representado pela sigla FACTS:

Freed by Grace (to Believe) – Livre pela graça (para crer)

Atonement for All – Expiação para Todos

Conditional Election – Eleição Condicional

Total Depravity – Depravação Total

Security in Christ – Segurança em Cristo





Os cinco pontos do Calvinismo:

O calvinismo pode ser representado pela sigla TULIP:

Total Depravity – Depravação Total

Unconditional Election – Eleição Incondicional

Limited Atonement – Expiação Limitada

Irresistible Grace – Graça Irresistível

Perseverance of the Saints – Perseverança dos Santos





Eleição Incondicional do Calvinismo:

A Igreja Presbiteriana do Brasil é calvinista e ensina que Deus escolheu criar os salvos, os eleitos e os não eleitos, os perdidos incondicionalmente desde toda a eternidade.

Na visão de Calvino, Deus usando de Sua Soberania, criou homens que nunca seriam salvos, jamais teriam fé em Jesus Cristo e seriam controlados por Ele para fazerem o mal a vida inteira. Quando perguntado aos calvinistas por qual razão Deus escolheu pessoas para nunca serem salvas e cometerem iniquidade a vida toda, eles respondem que isso é um mistério.

O problema dessa teologia calvinista é obvio: se Deus realmente houvesse criado incondicionalmente os ímpios e perdidos sem nenhuma ação deles, e os controla para o mal, ficaria explícito que Deus seria a causa do mal, do pecado, e isso é inconcebível.

Porém, o que a Bíblia toda nos mostra é o contrário dessa eleição incondicional absurda criada pela visão calvinista.

Vamos começar por Gênesis 4: 3-7.



Diz assim a Palavra do Senhor em Gênesis 4: 3-7:

3 E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.

4 E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta.

5 Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.

6 E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?

7 Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.

Nesta passagem acima o homem já estava caído, Adão e Eva já haviam sido expulsos do Jardim do Éden. Neste versículo 7 estaria Deus zombando de Caim?

Deus disse a Caim que se ele fizesse bem seria aceito e se não fizesse, não seria aceito, e ainda alertando que o pecado estava próximo, e que ele, Caim é que devia dominá-lo.

Agora eu pergunto: como poderia Caim fazer bem e dominar o pecado se, conforme ensina o calvinismo dos presbiterianos, Deus criou homens como Caim para pecarem e controla todos os movimentos dos perdidos?

Nesta passagem fica muito claro que Deus deu uma escolha e um conselho a Caim e que, portanto, ele tinha o livre-arbítrio para resistir ou não ao pecado que estava prestes a acontecer. Caim por inveja matou o irmão Abel.

Se Deus estivesse forçando a Caim a cometer o assassinato do seu irmão Abel, como poderia ele seguir o conselho de Deus? 

Acaso existe no mundo alguém que possa escapar à vontade de Deus?

Se Deus, conforme acreditam os calvinistas, os presbiterianos, escolhe pessoas para serem pecadoras, e as controla em todas as suas ações, então Deus aqui neste versículo 7 estaria dando uma advertência impossível de ser seguida por Caim e portanto estaria zombando de Caim.

Deus é santo, Ele não mente nem zomba quando dá um mandamento ou adverte o crente.


O que os calvinistas respondem dessa passagem de Gênesis quatro sobre Caim e Abel?


Nas Institutas de João Calvino, livro 1º, capítulo 6º e parágrafo 16, João Calvino refere-se a esta passagem de Gênesis 4:7 dizendo que o SENHOR Deus estaria ordenando a Caim que dominasse não sobre o pecado que estava próximo, mas que Caim dominasse sobre seu irmão Abel que para quem seria o seu desejo, isto é, João Calvino está dizendo que Deus ordenou que Caim assassinasse o seu irmão Abel, inclusive o controlando em todos os seus movimentos para isso.

Como já disse, João Calvino ensina em suas Institutas que o SENHOR Deus controla todos os movimentos dos não salvos, dos ímpios para praticarem pecados e abominações como se fossem marionetes sob o controle de Deus; para nós, principalmente nesta passagem de Gênesis 4:7, é uma ideia absurda que não cabe no caráter santo e sem mácula de Deus Pai.       




A Assembleia de Deus que é arminiana ensina que Deus escolhe aos eleitos, aos salvos segundo a Sua presciência.

Vamos aos textos bíblicos que provam esta verdade:

Em Romanos 8:28-30 o apóstolo Paulo declara a eleição dos justificados com base na presciência de Deus quando usa e expressão (os que dantes conheceu) no versículo 29:

28 “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

29 Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.

30 E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.”



Outra passagem inequívoca para a eleição dos salvos segundo a presciência de Deus Pai está na epístola do apóstolo Pedro em 1 Pedro 1:1,2:

1 “Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos estrangeiros dispersos no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia;

2 Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas.”




Em Ezequiel 28:14-15 Deus manda que o profeta Ezequiel profetize sobre o rei de Tiro, revelando a história da queda original de Satanás com a terça parte dos anjos, revelando quem estava por trás do rei de Tiro:

14 Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.

15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.

Observe que no versículo 15 de Ezequiel 28, Deus reconheceu a iniquidade de Lúcifer e não, como dizem alguns calvinistas, que Deus tenha provocado esta iniquidade em Lúcifer. 

Satanás foi criado com livre-arbítrio, assim como os anjos que caíram com ele.





E o que dizer dessas palavras de Jesus:

"permanecei em mim, e eu permanecerei em vós" João 15:4

Jesus coloca uma condição para que os salvos continuem salvos: “permanecei em mim”.

Quando Jesus Cristo disse “permanecei em mim”, é que um crente pode apostatar da fé, perder a fé em Jesus Cristo e sua obra e voltar às obras da carne, as concupiscências que havia deixado ao ter aceitado Jesus como seu salvador.

Se fosse Deus o causador dessa queda do crente, Jesus não teria dado este conselho, este mandamento, visto que seria impossível cumpri-lo.





Em 2 Pedro 2:1, o apóstolo Pedro adverte os cristãos sobre os falsos mestres no ceio da igreja:

1 E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.

O apóstolo Pedro termina este capítulo chamando os falsos doutores de cão que voltou ao seu vômito e a porca lavada ao espojadouro de lama.

O Senhor que os resgatou nesta passagem é Jesus Cristo, e se ele os resgatou é que estavam salvos, mas a ganância subiu ao coração deles e eles começaram a inventar coisas para tirar dinheiro do povo, por isso se justifica o adágio que diz do cão que volta ao seu próprio vômito e a porca lavada ao espojadouro de lama. Onde está nessa passagem a sentença dos presbiterianos que repetem do Calvinismo: uma vez salvo, salvo para sempre?



Com relação à cessação dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo, gostaria de saber dos nossos irmãos presbiterianos calvinistas onde na Bíblia se diz que os cristãos perderiam ou não mais teriam esses dons?

Se algum presbiteriano tem a resposta, pode deixar nos comentários, pois eu nunca vi isso na Bíblia.


Por: James Alex.

Fontes: Bíblia Sagrada João Ferreira de Almeida – EDIÇÃO REVISTA E CORRIGIDA NA GRAFIA SIMPLIFICADA; CURSO DE DOUTRINA BÍBLICA Segundo a orientação de fé da Assembléia de Westminster; site Protestantismo.




DESIGREJADOS: O QUE SÃO, NO QUE ACREDITAM, COMO SE REÚNEM, QUEM OS ENSINA?




O termo “desigrejado” refere-se ao grupo de evangélicos que se reúnem fora do sistema religioso convencional (denominações: igrejas com templos com pastores, bispos, diáconos, dízimos, etc.).

Desviado e desigrejado, qual a diferença?

Com exceção aos grupos ligados ao site 
DESIGREJADOS™, os restantes dos grupos que são assim denominados “desigrejados” acham que o termo é incorreto para representá-los. Para estes o termo “desigrejado” pode ser confundido com “desviados”.

Segundo eles, apesar de alguns terem saído de uma denominação religiosa evangélica, “desigrejado” não pode ser confundido com “desviado”, já que os “desigrejados”, continuam congregando, evangelizando, batizando, tomando a santa ceia, lendo a Bíblia, e crendo em Jesus, etc.

 
Para assistir o debate entre desigrejado e pastor evangélico click na imagem abaixo:

Debate entre desigrejado e pastor evangélico.



O QUE ELES ENSINAM E PRATICAM


Existem pelo menos cinco pontos que todo grupo de desigrejado vai ensinar e seguir:

1-Proibição e repulsa a qualquer liderança eclesiástica formalmente instituída: pastores, bispos, presbíteros, diáconos, padres, etc.

2-Repulsa a templos destinados exclusivamente a religião (igrejas, sinagogas, etc.). As reuniões são sempre fora de templos, geralmente nas casas.

3-Posicionam-se radicalmente contra qualquer forma de contribuição monetária praticadas pelas igrejas denominacionais como doutrina bíblica a ser obrigatoriamente observada pelos membros (dízimo, ofertas, coletas, etc.).

4-Posicionam-se radicalmente contra qualquer forma de nomenclatura as congregações (placas de igreja, nome de grupos religiosos, etc).

5-Posicionam-se radicalmente a contra qualquer tipo de título alcançado através de estudos de Teologia Sistemática ou similar (não admitem certificados de teologia, escolas dominicais, missões, estudos bíblicos, etc.).


De onde eles tiram a doutrina bíblica que seguem e como se reúnem se eles não têm líderes?



Dizer que os desigrejados não têm líderes é uma ilusão e desmorona facilmente diante do próprio modo de organização desses grupos.

Na ponta da pirâmide dos desigrejados estão os quatro maiores líderes de grupos mais acessados até o momento: James de Almeida do site DESIGREJADOS™, Mario Persona do site O QUE RESPONDI..., Caio Fábio do site CAIO FABIO e Akel do site EX Organicsand Sophie.

A diferença doutrinária entre os grupos desigrejados têm origem na fonte de conhecimento doutrinário que cada grupo admite. Apesar de não admitirem seguir líderes ou mentores, é inegável que em qualquer assunto bíblico a última palavra é sempre de uma dessas quatro fontes que eles elegem.



Em toda comunidade de desigrejados existe um líder local que fica encarregado de organizar a congregação, escolher o local, dia e hora para a congregação.

Ao se congregarem existe sim um “pastor”, mesmo que eles não usem o título, previamente escalado para dar a Palavra, geralmente o mesmo, às vezes, o próprio líder local ou um convidado desigrejado “afamado” de outro local com essa atribuição. O mesmo acontece no caso do louvor, sempre existe alguém fixo que toca violão e é escalado para escolher e organizar o que vai ser cantado. Seria um ministro de louvor mesmo que eles não usem o termo nem aceitem o título.

Como se vê, na questão eclesiástica muda-se a forma, mas o fundo continua o mesmo!



O que eles pensam dos “membros” das igrejas evangélicas?



O desigrejado Mario Persona deixa claro em seus vídeos que existe sim a igreja de Cristo, os salvos dentro das igrejas denominacionais, excluindo muitos dos líderes, pastores e donos de igrejas que ele chama de lobos devoradores.

A posição do Caio Fábio e do professor Akel em relação aos membros evangélicos é semelhante ao do Mario Persona.

Já o grupo mais radical em relação aos evangélicos pensa o contrário, o grupo ligado ao site DESIGREJADOS™.

Tentei um diálogo com o administrador do site DESIGREJADOS, o senhor James de Almeida. Ele se mostrou um desigrejado convicto, do tipo radical intolerante. As palavras dele a respeito foram “São desonestos como os pastores porque seguem o caminho errado!”




O que eles acreditam como doutrina, o que eles ensinam da Bíblia?



Isso depende de qual fonte de conhecimento bíblico eles elegem. No caso dos quatro maiores grupos dependem do que ensina os quatro maiores líderes: James de Almeida DESIGREJADOS™, Mario Persona , Caio Fábio do site CAIO FÁBIO e o professor Akel.


Eles particam a santa ceia do Senhor e o batismo nas águas?

Alguns grupos sim, principalmente os que são ligados ou acompanham os ensinamentos do Mario Persona do site "O QUE RESPONDI...", mas sem as solenidades e fórmulas litúrgicas comuns das igrejas denominacionais.

Santa ceia dos desigrejados:


Para eles a santa ceia é um “memorial” do sacrifício de Jesus na cruz e o batismo nas águas é considerado como testemunho público apenas. Chegam a recomendar essas praticas, mas relativizam a necessidade delas.

O Caio Fábio e o Mario Persona já disseram em vídeo que a santa ceia dos desigrejados pode ser realizada em casa sozinho, com dois familiares reunidos em casa ou num grupo congregado, o mais comum. Mas sem solenidades e fórmulas litúrgicascomuns das igrejas denominacionais. Nada de suco. Pão comum com fermento e vinho.




O batismo nas águas dos desigrejados:

Como já dissemos, para os desigrejados o batismo nas águas é considerado como testemunho público apenas de um batismo espiritual que já ocorrera antes, segundo eles. Eles dizem que não é necessário a salvação, nem tem ligação com receber o Espírito Santo. 

O Caio Fábio já disse num de seus vídeos que o batismo nas águas dos desigrejados pode ser feito por outro membro da congregação, sem solenidades e fórmulas litúrgicas comuns das igrejas denominacionais. Pode ser por imersão ou aspersão conforme o solicitante a ser batizado achar mais conveniente.

Com exceção ao grupo ligado ao Mario Persona que pratica com cuidado e trata com reverência o batismo nas águas e a santa ceia que ele chama “ceia de Senhor”, o restante dos grupos de desigrejados ligados aos outros três líderes parece não dar a devida importância a essas duas praticas recomendadas pelo próprio Jesus e chegam mesmo a questionar a necessidade delas.





Opinião do BUSK BÍBLIA sobre os quatro maiores líderes desigrejados:

Sobre James de Almeida do site DESIGREJADOS




















Nossa opinião sobre o site DESIGREJADOS do James de Almeida , é que nos comentários do site percebi que o administrador James de Almeida  é do tipo intolerante, de pavil curto com quem não seja desigrejado, não admite nem mesmo que os membros das igrejas evangélicas denominacionais sejam parte da igreja de Cristo. Ele não é só um blogueiro, ele organiza reuniões e participa delas. É bem ativo no movimento desigrejado.



Sobre Akel












O professor Akel mistura doutrina bíblica com o que muitos acham que seja misticismo, como, por exemplo, decifrar a Kabbalah e coisas do gênero que não atrai um público mais simples e mais voltado ao literalismo das Escrituras. Não é somente um blogueiro, organiza e participa de congregações de desigrejados, é bem comprometido com o movimento “desigrejados”, apesar de por vezes declarar não ser ou fazer parte do movimento desigrejado, como disse em seu vídeo comentando o debate entre o desigrejado Rubens Sodré com o Pr. Paulo Romeiro no programa Vejam Só.


Sobre Caio Fábio
















O Caio Fábio aparece respondendo perguntas em vídeos com um assistente debochado que parece não levar a Bíblia a sério. 

Este assistente sempre ironiza ao passar a pergunta ao Caio Fábio. 

Este por sua vez divaga demais na resposta. Num vídeo, por exemplo, aparece defendendo a volta física de Jesus, a grande tribulação, o arrebatamento dos salvos, etc. Noutro aparece claramente debochando e negando tudo e dando outra interpretação simbólica do mesmo assunto. 




Sobre Mario Persona do site O QUE RESPONDI...
















Já o Mario Persona é "curto e grosso" como diz o vulgo. Seus vídeos são curtos e diretos, do tipo doa a quem doer. Quase nunca se contradiz.

Qualquer assunto bíblico é fácil de encontrar no seu site.

Tirando umas poucas posições doutrinárias, foi o mais equilibrado dos quatro, na nossa opinião. 

Portanto, segundo a nossa opinião o site O QUE RESPONDI... de Mario Persona é o que melhor traduz a teologia e doutrina da "maioria" de grupos de desigrejados bem embasados biblicamente.

Cremos que existam grupos de desigrejados que são também parte da igreja de Cristo, desde que o grupo A ou B não se afaste das doutrinas primordiais do cristianismo ensinado pela Palavra de Deus que estão em:  Tiago 1: 27; Marcos 16: 16; 1 Coríntios 13: 13; 1 Coríntios 11: 23-34;  1 Coríntios 6: 9-12; Mateus 24: 30-51; Hebreus 10: 22-25.




O Mario Persona não se considera como integrante do movimento desigrejado, mas como foi demostrado no inicio desta matéria, ele se encaixa perfeitamente nos cinco pontos que identificam sem sombra de dúvidas um desigrejado.

Veja qual a opinião do Mario Persona sobre os desigrejados: 





O pesquisador Ricardo Mariano, da PUC-RS, declara em entrevista a Folha que vem ocorrendo um aumento significativo de evangélicos sem vínculos institucionais, ainda que ele tenha dúvidas se o crescimento foi de fato tão acentuado quanto o revelado pelo IBGE.

As pesquisas IBGE mostram que, entre 2003 e 2009, o número de fiéis que dizem não ter vínculo institucional saltou de 4% para 14%.



Os dados das pesquisas mostram que de 2003 à 2009, seis milhões de evangélicos saíram dos templos religiosos, ou seja, quase um milhão de evangélicos por ano; e tudo indica que este quadro de “desigrejados” por ano continua na mesma proporção.

***

*******

 Ultimato Estudos Bíblicos Aprofundados.

CURTIR

Total de visualizações

APÓCRIFO DE ENOQUE E A BÍBLIA SAGRADA


 

ASSEMBLEIA DE DEUS ENSINA SOBRE O CÉU

 O QUE AS ASSEMBLEIA DE DEUS ENSINAM SOBRE OS CÉUS R O PARAÍSO?

DENÚNCIAS CONTRA IGREJAS? POR QUÊ?

 POE QUE PASTORES DE RENOME ESTÃO DENUNCIANDO OUTRA IGREJAS?

NO CÉU VEREMOS DEUS E JESUS

 NO CÉU VEREMOS DEUS E JESUS?

COMO A BÍBLIA DESCREVE A VOLTA DE JESUS?

 COMO A BÍBLIA DESCREVE A VOLTA DE JESUS CRISTO?

A HISTÓRIA DE SATANÁS E OS ANJOS CAÍDOS

 SATANÁS E SEUS ANJOS CAÍDOS AINDA TÊM ACESSO AOS CÉUS DE DEUS?

REAL: A MENINA QUE VISITOU O PARAÍSO

 A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ANNABEL, A MENINA QUE VISITOU O PARAÍSO DE DEUS.

O RIO DA VIDA EXISTIRÁ NA NOVA TERRA?

 O RIO DA VIDA EXISTIRÁ MESMO NA NOVA TERRA? O QUE DIZ A BÍBLIA: SÍMBOLO OU FATO?

O QUE POUCOS SABIAM SOBRE O APOCALIPSE

 O que quase ninguém sabia sobre o Apocalipse.

COMO SERÁ A NOVA TERRA NA ETERNIDADE?

 A BÍBLIA DIZ COMO SERÁ A NOVA TERRA NA ETERNIDADE?

AS 2 FORMAS DE MILÊNIO: VC CRÊ EM QUAL?

 AS DUAS FORMAS DE MILÊNIO: EM QUAL VOCÊ ACREDITA?

OS ANJOS ESTÃO ENTRE NÓS?

 OS ANJOS ESTÃO ENTRE NÓS?

A TUMBA DO JARDIM EM JERUSALÉM..

 O IMPRESSIONANTE JARDIM DA TUMBA EM JERUSALÉM.

PASSEIO VIRTUAL POR JERUSALÉM.

 PASSEIO VIRTUAL POR JERUSALÉM.

TUDO O QUE OS DESIGREJADOS FAZEM.

 DESIGREJADOS: COMO SE REÚNEM, O QUE ENSINAM?

GRAÇA OU CARIDADE: QUAL A SUA ESCOLHA?

 O AMOR DO APÓSTOLO JOÃO NA ILHA DE PATMOS.

FILME: O FILHO DE DEUS. COMPLETO E EM BR

  Filme "O Filho de Deus". Completo e dublado.

FILME EM HD: VOCÊ ACREDITA?

 FILME: VOCÊ ACREDITA?

FILME: O APOCALIPSE DE JOÃO.

 FILME: O APOCALIPSE DE JOÃO

Popular Posts

*******




*